1 post from day 24/06/2015

Praia da paz

Éramos só nós: o nada e eu, tudo ali, sozinhos naquela imensidão. E pensar que aquele grande mar azul é formado de pequenas gotas d'água, transparentes, que se juntam e formam um infinito, limpo e belo. Azul de águas calmas, cristalinas e límpidas. Não sei aonde começa, nem onde termina. A paz começa ali, bem ali, onde não se sabe muito bem aonde as coisas começam, nem onde terminam. A calmaria tem uma breve pausa. Ao ouvir o barulho das ondas, belas e fortes. Lindas e ...

Continue Lendo