Romanxorcismo, de Marcia Dallari

Oi, gente!

Quem é que nunca escreveu para desabafar, curar dor de coração, extravasar e também para ver se conseguia deixar de lado uma dor de cotovelo? Por motivos assim que Marcia Dallari esboçou suas palavras, que transformaram em contos e temos então Romanxorcismo, uma reunião de doze contos de amor, sexo e dor de cotovelo.

ROMANXORCISMO

(Marcia Dallari)

Editora: Penalux

Páginas: 107 / Ano: 2017

*Exemplar gentilmente cedido pela autora.

Sinopse: Após um difícil término de namoro, a narradora, buscando expulsar de si o objeto amado, passa um ano entrevistando amigos e amigos de amigos pedindo suas experiências de amor em troca das dela. Uma a uma as histórias são contadas nesse livro e classificadas nos quatro estágios do exorcismo: Presunção, Ponto Fraco, Conflito e Expurgação.

 

Por sugestão de seu terapeuta, como tratamento para um término de relacionamento, Marcia começou a escrever contos de amor, sexo e dor de cotovelo. Ao final de um segundo término de namoro, ela publicou seu primeiro livro, Romanxorcismo.

Julgo bem difícil, na verdade, falar sobre um livro de contos. Isso porque, acabo tendo que me controlar para não ir a fundo e minuciar as histórias para vocês, senão a resenha aqui seria um grande spoiler, então vou falar mais mesmo do panorama geral da leitura dessa reunião de contos. As histórias contadas em Romanxorcismo poderiam muito bem acontecer com cada um de nós, por que não? E acredito que tenha sido isso que me prendeu à leitura, pensar que o que estava sendo contado tenha sido vivido e sentido por alguém.

Os doze contos do livro estão divididos em quatro tópicos, que seriam os quatro estágios do exorcismo: presunção, ponto fraco, conflito e expurgação. Sofrer por amor é algo que com certeza todo mundo já passou – e se ainda não passou, fique tranquilo, pois com certeza passará –, portanto ao longo dos contos podemos ter um vislumbre das reações de diferentes pessoas, diferentes situações que podem ocorrer, e  as transformações que um sentimento tão nobre como o amor, ao ser traído, erradicado, substituído ou não correspondido, pode causar, feriando e transformando pessoas. Com esta leitura pude entender até mesmo sentimentos que eu já tive, ou que passaram pela minha cabeça como consequência de desilusões e perceber que eu não estava – nem estou! – só . O amor é egoísta e da mesma forma que ele constrói, ele destrói.

Se você está se sentindo emocionalmente abalado, a leitura é mais do que recomendada, pois tenho certeza que você vai conseguir se restabelecer, ou pelo menos sentir que nunca esteve só.

Saiba mais:

Romanxorcismo no Facebook

Romanxorcismo no Skoob

Até a próxima.

*.*

Comentários

Comentários

No Comments