Amar é…

     Quando era mais nova, encontrei um álbum de figurinhas em casa, estava quase completo, se bem me lembro.
Duas criaturinhas e frases que eu achei, na época muito bobinhas: amar é isso, amar é aquilo, amar é… amar é…. 
Eu realmente não concordava, ou acho que não tinha idade para saber o que aquelas pequenas frases, refletiam, transmitiam ou ensinavam. 
Deixei o álbum de lado.
Vivi muitas coisas.
Aprendi umas, desaprendi outras.
Me apaixonei, e desapaixonei também.
E entendi que uma das coisas mais difíceis, talvez na nossa vida toda é entender o que é amar. 
E em vários momentos me peguei pensando: afinal, o que é amar, na verdade? 
Talvez tenha entendido, descoberto, ou somente concluído o que é amar, pra mim. 
Pode parecer banal, mas amar é encontrar nas mínimas coisas o máximo da felicidade.
É exercício diário de compreensão, paciência e comprometimento. 
É fazer tudo, ou nada, mas estar sempre juntos.
É olhar adiante, mas sem nunca deixar de prestar atenção em quem está ao seu lado. 
E acredite: amar é amizade, antes e acima de tudo. 
Hoje (acho que) sei, que não se pode chamar de amor, sem antes ter certeza de que aquele que caminha ao seu lado é também seu melhor amigo, seu companheiro, é aquele que estará lá para todas as horas. 
Hoje é Dia dos Namorados, todo mundo quer ou espera aquele presente magnífico ou sei lá o quê, mas mais do que isso, acho que todos os casais deveriam se presentear com a resposta sobre o que é amar.
E mais do que isso, comemore o seu namorado, namorada, marido ou esposa sempre! Não é só nesse dia que o que é amar deve ser lembrado. Não é só nesse dia que se deve demonstrar o que sente, o que é verdadeiro, o ‘Dia dos Namorados’ é todo dia, desde o momento do primeiro olhar, da descoberta do que é amar e, tomara que seja, até o último suspirar.

————— ♠♥♣♦—————

E estes são meus pequenos dizeres, minha singela homenagem, ao Dia dos Namorados. 


Até a próxima.
*.*

Comentários

Comentários

No Comments