Infecção Z, de Soraia Lima

Oi, gente!

Pensando sempre em variar estilos e ainda que um pouco ausente e atrasada em minhas leituras, não pretendo e nem vou abandonar o projeto de incentivo à leitura de livros nacionais, principalmente quando estamos falando em novos autores que mais do que nunca precisam do nosso apoio e incentivo, queridos leitores.

Bom, pensando nisso, convido vocês a conhecerem o livro de estreia da autora Soraia Lima.

♠♣♥♦

INFECÇÃO Z (SAGA Z)livro

 

Autora: Soraia Lima

Ano: 2016 / Páginas: 122

Editora: –

Sinopse: Um mês. Este foi o período verificado entre a carta enviada à prefeitura da cidade inglesa de Leicester e a disseminação da doença que ficaria conhecida como o mal do século. A princípio, ninguém ao certo sabia como o vírus havia surgido, muito menos como combatê-lo. Sabia-se apenas que ele apresentava ação rápida, era transmitido por meio do contato direto com os infectados e não havia cura. Mark Brennan, brilhante infectologista inglês, tenta descobrir a origem do vírus no Velho Continente e, assim, encontrar uma resposta para conter a epidemia. Do outro lado do Atlântico, a jornalista recém-formada Alice Nunes preocupa-se com a violência física crescente das manifestações políticas no Brasil, sem se dar conta do real motivo de tanta inquietação. Em pouco tempo, ela junta-se ao médico com um único objetivo: sobreviver.

Avalia4

♠♣♥♦

Costumamos conhecer histórias sobre infecções ou mutações que dilaceram e disseminam a humanidade em futuros pós-apocalípticos. Ora sabemos que foram criaturas que nos levaram àquele futuro, ora são eles que restaram, mas narrar o momento em que a humanidade está se acabando perante os zumbis, foi o que a autora fez.

Intercalando entre Brasil, observando a vida de Alice, e Inglaterra, observando as vidas de Mark e Matthew, acompanhamos a descoberta de que um vírus está infectando a humanidade e fica cada vez mais raro encontrar humanos saudáveis e um lugar seguro para sobreviver.

De narrativa simples, rápida e objetiva, fui conduzida a alguns questionamentos durante esta leitura: até que ponto a mídia nos blinda da realidade dos fatos, até que ponto estamos realmente preparados para pandemia e – aí já pode ser uma enorme viagem minha de ir além nos pensamentos -, diante de tudo com o que o ser humano “brinca” a fim de ser a espécie mais indestrutível do mundo, estamos realmente preparados para o que pode dar de errado? Todos falam sobre uma nova Guerra Mundial, mas eu acho que ela não está muito próxima e quando vier, não serão armas que nos destruirão, seremos nós mesmos.

Divagações – da minha pessoa – à parte, vamos voltar à leitura. Como estava dizendo é uma leitura que flui, de vocabulário fácil e de entrosamento simples entre narrativa e personagens. O começo do livro pode não refletir o que a história é como um todo. Com um ritmo diferente, acredito que pela quantidade de fatos que devem ser introduzidos em um contexto, apresentação dos personagens, logo após os primeiros capítulos entrei de cabeça na busca pela sobrevivência de Alice e perseverança de Mark.

quote2

Um fato curioso, mas que provavelmente não se aplique a outros de vocês, leitores, foi a proximidade com as localizações utilizadas para contar a história. Com partes narradas no estado de São Paulo, para mim foi bem fácil criar paisagens em minha mente de destruição, confusão e todo o tumulto que poderíamos estar vivendo em meio a uma invasão Zumbi.

Claro que, como toda boa aventura que terá sua continuação, os últimos capítulos nos angustiam, despejam uma tonelada de novas informações e assim terminamos a leitura com gosto de “quero mais”.

Tá bem. Nem tudo são flores, mas estamos aqui diante de uma questão que pode ser resolvida de uma maneira muito simples. Embora não seja nada estrutural, que prejudique o entendimento, pois o livro é muito bem escrito, temos algumas pequenas questões de revisão, mas que tenho certeza que já devem estar até resolvidas, afinal, eu li a primeira das primeiras edições, adquirida na Amazon logo que lançou.

quote1

Para vocês que ficaram curiosos em conhecer a Infecção Z, o livro só existe – espero que por enquanto – em formato digital.

Adquirir Infeção Z (Saga Z) na Amazon

Infecção Z (Saga Z) no Facebook

Espero que tenham gostado da dica.

Até a próxima.

*.*

**Esta leitura é parte do projeto #SomosTodosNacionais – Clique aqui para saber mais.

 

Comentários

Comentários

No Comments