Nova Parceria: Juliana Daglio

Oi gente!!!
Estou super animada que o blog está cada vez com mais novidades! Devagarzinho a gente vai pegando o jeito de como é que essa ‘vida’ funciona, né!?
Mas hoje, esse post é especial! É pra falar da nossa primeira autora parceira – e eu estou tão empolgada com isso, de verdade!
Nossa mais nova parceira é a autora Juliana Daglio, que está com seu primeiro livro já publicado: Uma Canção Para a Libélula – parte I.  E já temos previsão de ter a parte II sendo lançada em breve!

A AUTORA
Falando um pouquinho da Juliana: formada em Psicologia e apaixonada por Psicanálise, é viciada em Livros e amante do Rock Britânico.
Como a maioria das meninas, desde criança gostava de um faz de conta e já teve amigos imaginários com quem conversar, mas nem só de contos de fadas se faz a vida de uma garota, não é? Também tinha uma quedinha pelos vampiros, desde pequena.
A figura da libélula também foi algo que apareceu em sua vida bem antes, do lançamento de sua primeira obra, pois colecionava figurinhas do desenho “Vida de inseto”, e em todos os envelopes vinha uma figurinha repetida da Libélula, que colava pela casa.
Dessa mistura toda entre contos de fadas, personagens e amigos imaginários e vampiros, nasceu seu primeiro livro: Uma Canção Para a Libélula.
Saiba mais sobre Juliana e seus projetos em seu blog ‘Menina Libélula’
A OBRA – UMA CANÇÃO PARA A LIBÉLULA (PARTE I)
 
Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina

e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula.

Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro.
Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta.
De Londres a São Paulo, dos Palcos aos Lagos. “Uma canção para a Libélula” é a história de uma alma perdida e de sua busca por quebrar o casulo de sua existência, para só então compreender o sentido da própria vida. Este livro é um profundo mergulho em uma mente nebulosa, permeada por lagos obscuros e pela inusitada morte; não havendo sequer esperanças.

 

 Juliana Daglio no Facebook

A Juliana é de uma simpatia incrível, então desde já sei que essa parceria tem tudo pra dar super certo!
Em breve teremos resenhas dos livros dela aqui no blog, hem!!!
É só acompanhar..
Até a próxima.
*.*

Comentários

Comentários

4 Comments