Se eu não tivesse enviado aquele e-mail…, de Fernando Henrique

Oi gente!!! 
Olha só que coisa mais fofa essa capa? Ai… eu sempre me apaixono por capas – confesso uma quedinha. E quando o conteúdo é um amorzinho também?! Aí é o par perfeito! 

Se eu não tivesse enviado aquele e-mail… é um livro que aconteceu. O autor, Fernando Henrique, pensou em escrever um livro com as memórias da história dele e sua noiva, e o que era para ser um presente dele, para ela, acabou ganhando vida e forma e já está aí, prontinho para chegar às livrarias para que todo mundo conheça a história de ‘Rick e Ane’. 
Bom, eu já tive a oportunidade – e honra – de ler esse livro. E gente, adorei!!! É uma leitura leve, descontraída. A narrativa tem um ritmo de uma conversa, e esse ritmo descontraído se mantém durante toda a leitura. Em diversos momentos esqueci que estava lendo e parecia mais é que estava sentada, conversando, e o autor me contando a história, ali ao vivo!
O livro conta pra gente alguns anos de encontros e desencontros, idas e vindas, desde o momento em que Rick e Ane se conhecem, na faculdade, até as coisas darem certo, darem errado, errado de novo, certo de novo… e por aí vai! E no final, será que dá certo?! Ahhhh, não conto. Vocês têm que ler pra saber! 
Outra coisa que achei bacana no livro é que é um romance, mas contado e narrado do ponto de vista do homem. Gente, homem também se apaixona e é inseguro que nem mulher as vezes, não?! Direitos iguais!!!
Achei isso legal, porque normalmente a protagonista é a mulher, e o homem é sempre secundário. Tá até na moda agora fazer a continuação do livro, colocando as mesmas situações, do ponto de vista do personagem masculino… mas só depois de sabermos tuuuudo o que se passou na cabecinha e coração da ‘mocinha’! E nesse caso a gente vive e conhece mais o lado do Rick do que o da Ane – e super confesso que torci muito por esse carinha aí durante o livro todo!!! 
O único ponto que achei que ficou faltando, mas não é anda que atrapalhe a leitura, é com relação a conhecer um pouco mais os personagens, até mesmo os secundários. Tudo o que se conhece é relacionado aos fatos narrados, e dá pra ter uma ideia, mas as vezes me perdia um pouco na personalidade deles. Mas, como disse, nada que atrapalhe a leitura. 
Não posso falar muito mais, senão estraga, né, gente?! 
Aaaaacho que vocês já entenderam que gostei. Foi uma leitura super tranquila, leve e rapidinha. Eu recomendo. 
E se você quiser conhecer um pouco mais sobre Rick e Anne, curta a página no Facebook
E ainda tem uma surpresa! Olha só que lindinho esse kit de pré-venda do livro! Corre lá e garante o seu! É só clicar na imagem! 
Espero que também gostem do livro.
E pelo que ando vendo, acompanhando nas redes sociais, já já tem mais coisa boa a caminho, desse mesmo autor! 
Até  a próxima. 
*.*
Avaliação

3,5 na verdade, pela falta de tridimensionalidade de alguns personagens, mas como sempre arredondo pra ‘nota’ maior, então vamos de 4 – Muito Bom!

Comentários

Comentários

1 Comment